Bahia

Projeto de Lei visa oferecer leite de cabra nas escolas

O projeto visa fortalecer não só o organismo de nossos estudantes, mas também a economia local, pois o leite seria adquirido preferencialmente de produtores locais
Divulgação
O leite de cabra e seus derivados estão prestes a fortalecer o cardápio da alimentação escolar em todas as escolas públicas da Bahia ou conveniadas. A proposta está no projeto de lei 23.319/2019, encaminhado pela deputada estadual Olívia Santana.

Fonte de proteína de alta qualidade, o leite de cabra tem 30% menos colesterol que o da vaca, e não são poucos os que o consideram mais apetecível ao paladar. Fora estas qualidades, tem mais cálcio, fácil digestão e menor incidência de causar alergia.

O projeto visa fortalecer não só o organismo de nossos estudantes, mas também a economia local, pois o leite seria adquirido preferencialmente de produtores locais reunidos em cooperativas em regime de Economia Solidária.

- Vamos aliar os investimentos do estado às iniciativas que favoreçam a produção e a comercialização do que é produzido na Bahia, justificou a deputada, ao defender seu projeto.

Integração - Para garantir esta parceria com nossas cooperativas, o projeto seria integrado ao Programa Nacional de Alimentação Escolar, considerando os artigos 13 e 14 da lei 11.947, de 16 de junho de 2009.

O município de Uauá seria um dos maiores fornecedores, depois de seus produtores terem acesso a R$ 1,6 milhão para requalificação da produção de leite de caprinos, conforme investimento autorizado pelo governo do estado da Bahia em abril.

Uma iniciativa semelhante com a ovinocaprinocultura foi desenvolvida pelo município de Jequié, no sudoeste, com a inserção da carne de bode na merenda escolar entre os anos de 1999 e 2001.

Notícia adaptada pela Equipe Capril Virtual com informações A Tarde (10/06/2019)


Gostou? Quer receber no seu celular as novidades sobre Ovinos e Caprinos? É gratuito:

WhatsApphttps://bit.ly/zapcapril

2006 - 2019 Grupo Germer - Gestão em Agronegócios Ltda