Ceará

Dia de campo na Embrapa mostra alternativas para alimentação de rebanhos no semiárido

Serão apresentadas alternativas para o desafio de manter a produtividade de rebanhos em uma região onde, por conta da distribuição irregular de chuvas, o pasto nativo tende a ficar seco e perder nutrientes ao longo do ano
Marcelino Ribeiro
Produtores rurais, técnicos e outros públicos interessados na caprinocultura e ovinocultura terão nova oportunidade de conhecer e acompanhar soluções para alimentação de animais no semiárido. No dia 6 de junho, a Embrapa Caprinos e Ovinos realizará dia de campo sobre Segurança Alimentar para os Rebanhos do Semiárido, em Sobral (CE). Aos participantes, serão apresentadas alternativas para o desafio de manter a produtividade de rebanhos em uma região onde, por conta da distribuição irregular de chuvas, o pasto nativo tende a ficar seco e perder nutrientes ao longo do ano.

Para garantir a oferta de alimento ao longo do ano, é necessário contar com alternativas como espécies de plantas forrageiras [que podem ser consumidas pelos animais] adaptadas às condições climáticas do semiárido ou adotar técnicas para reserva e planejamento alimentar. Entre essas espécies com bom potencial para a região estão gramíneas como Andropogon e Uruchloa e outras forrageiras como sorgo, milheto e girassol, cujas variedades testadas pela Embrapa, com boa produtividade em condições semiáridas, serão apresentadas no dia de campo.

Os participantes também poderão conferir alternativas como os consórcios de plantio que combinam milho com capim buffel ou com capim massai. Essa estratégia permite diversificar o fornecimento de forragens em diferentes períodos do ano e traz outras vantagens, como o pastejo dos animais após a colheita do milho e a cobertura de solo para o plantio direto da cultura anual, que diminui a erosão.

"Vamos mostrar diferentes alternativas de consórcio, para o produtor elencar qual a melhor para alimentação de ovinos em período seco e saber quanto custa produzir", detalha o zootecnista Roberto Cláudio Pompeu, pesquisador da Embrapa Caprinos e Ovinos. Serão apresentados dados de experimentos em que 50 ovinos foram colocados em área de um hectare, para permitir essas comparações. Em um destes consórcios (milho com capim-massai), pesquisa conduzida pela Embrapa indicou que usar estes materiais para uma produção de volumoso na propriedade pode ser 31,35% mais barato para o criador do que adquirir alimento volumoso no comércio.

Reserva alimentar

No dia de campo, também serão mostradas informações sobre técnicas e custos de produção de silagem [método de armazenar alimentos para reserva destinada aos períodos mais secos do ano]. "Abordaremos os procedimentos para uma boa silagem, os benefícios de ter alimentos conservados e o que vale a pena, em termos de custos, para uma escolha do produtor", explica o zootecnista Rafael Tonucci, pesquisador da área de Forragicultura e Pastagens.

Além das técnicas para obtenção da reserva, serão detalhadas informações sobre o potencial dessas alternativas de silagem para os animais. "Falaremos sobre indicadores nutricionais e também a respeito de formulação de dietas para caprinos e ovinos em condições de sequeiro", destaca o médico veterinário Marcos Cláudio Rogério, pesquisador da área de Nutrição Animal.

Ferramentas de planejamento

Duas soluções tecnológicas lançadas em 2017 serão também apresentadas no dia de campo, como ferramentas de assessoramento para a produção agropecuária. São elas: o Serviço de Assessoria Nutricional Remota para Pequenos Ruminantes (AssessoNutri) e o aplicativo de Orçamento Forrageiro para telefones celulares ou tablets.

O AssessoNutri permite, por meio da análise de fezes dos animais, estimar recomendações mais precisas de dietas para os rebanhos. Já o aplicativo possibilita aos usuários fazer simulações da disponibilidade de reserva alimentar para os rebanhos em determinados períodos do ano.

Segundo o engenheiro agrônomo Lucas Oliveira, analista da área de Transferência de Tecnologia, a expectativa é de familiarizar o público participante com essas soluções tecnológicas. "Colocaremos em destaque para que o público saiba como acessar o Serviço ou como fazer o download do aplicativo e iniciar simulações", afirma ele.

Inscrições

As inscrições para o dia de campo são gratuitas e podem ser feitas de forma presencial, na sede da Embrapa Caprinos e Ovinos (rodovia CE-179, rodovia CE-179, trecho Sobral-Groaíras, km 04). O evento começa às 9 horas. Mais informações pelo e-mail caprinos-e-ovinos.eventos@embrapa.br

Gostou? Se quiser receber por WhatsApp as Dicas do Capril Virtual e outras novidades relacionadas a Ovinos e Caprinos, basta se cadastrar gratuitamente no link:

http://bit.ly/zapcapril

Notícia adaptada pela Equipe Capril Virtual com informações Embrapa Caprinos e Ovinos (30/05/2018)